Posts

Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

Sabes, eu não sou de dar grande importância à data. Eu sou aquele tipo que desvaloriza a data e enaltece o acontecimento. Mas digamos que o acontecimento foi há precisamente 18 anos: eu nasci; e o outro acontecimento foi hoje, há pouco mais de 5 horas, quando atingi a maioridade.

O desejo supremo foi que a felicidade estivesse presente em força, e por isso reuní alguns dos meus melhores e mais sinceros amigos numa tasca acanhada e aconchegante (por vezes até claustrofóbica). Sabes que não vi rasto dessa felicidade desaparecida?

Não quero ser chato, ou diabólico, ou simplesmente de mau feitio, mas quero culpar alguém. Quero culpar as pessoas que são muito chatas e não se calam. Gostava tanto que essas pessoas de vez em quando se calassem quando devem mesmo calar... e gostava que se lembrassem de mim como alguns se lembram, e não apenas com um calendário e por conveniência.

Queria dar um estalo na cara de todos aqueles que fingem estar presentes e que "qualquer coisa é só chamar", quando isso é em virtude do bem próprio. Pondo a vontade de causar uma boa impressão de parte, é chato ter de ouvir sempre as mesmas conversas e sempre da mesma pessoa. Não quero que digam que são flexíveis para uma coisa, quando o seu instinto já está totalmente direccionado.

Porra, André, eu não quero ir para Santos. E não, Bairro Alto também não é melhor nem pior, não é uma questão de classificações. É uma questão de eu abominar esses locais de "diversão nocturna". Sim, eu faço anos, por isso acho que deveríamos voltar para trás. Já que estamos aqui...? Estamos aqui porque estás em plena vontade de ir para um barzeco qualquer, e por mais que lamente, eu não estou e obrigado por perguntares.

E quero também dar um estalo naqueles que não estão por perto quando me é conveniente, mas que depois querem ter uma mão na minha vida. Isto geralmente são os pais, e neste caso também são os meus pais.

Não pai, queremos ficar até de manhã. Sim, eles foram bem educados mas não têm frio. Não, não têm frio, e querem ficar. Não, obrigado, eles aprenderam que frio faz mal à saúde, mas eles querem ficar e não têm frio, e eu vou ficar com eles porque eu faço anos. Eu sei que o frio prejudica a saúde, mas eu não tenho frio. Mas foda-se, desde quando é que te preocupaste com as condições climatéricas? Pai, ouve caralho, eu hoje não vou apanhar sida, mas também não me apetece chatear. Os meus argumentos são tantos que nem os consigo jogar com coerência. Essa é a tua sorte, se não estavas fudido. Olha, tu e o André vão mas é para Alverca e fodam-se. Deixem-me em paz.

No fim, apetecia-me dar um berro a quem não estivesse 100% em sintonia comigo ao mínimo deslize. Estava completamente embirrento, e não estava a ser nada razoável. É a pior sensação que se pode ter ao começar a maioridade.

publicado por Paulo Zhan às 05:00